segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Amizade


Um homem, seu cavalo e seu cão, caminhavam por uma estrada.
Depois de muito caminhar, esse homem se deu conta de que ele, seu cavalo e seu cão haviam morrido num acidente.
Às vezes os mortos levam tempo para se dar conta de sua nova condição... A caminhada era muito longa, morro acima, o sol era forte e eles ficaram suados e com muita sede.
Precisavam desesperadamente de água.
Numa curva do caminho, avistaram um portão todo magnífico, todo de mármore, que conduzia a uma praça calçada com blocos de ouro, no centro na qual havia uma fonte de onde jorrava água cristalina.

O caminhante dirigiu-se ao homem que numa guarita, guardava a entrada.
- Bom dia, ele disse.
- Bom dia, respondeu o homem.
- Que lugar é este, tão lindo? ele perguntou.
- Isto aqui é o céu, foi a resposta..
- Que bom que nós chegamos ao céu, estamos com muita sede, disse o homem.
- O senhor pode entrar e beber água à vontade, disse o guarda, indicando-lhe a fonte.
- Meu cavalo e meu cachorro também estão com sede.
- Lamento muito, disse o guarda. Aqui não se permite a
entrada de animais. O homem ficou muito desapontado
porque sua sede era grande.
- Mas ele não beberia, deixando seus amigos com sede.
Assim, prosseguiu seu caminho. Depois de muito caminharem morro acima, com sede e cansaço multiplicados, ele chegou a um sítio, cuja
entrada era marcada por uma porteira velha semi-aberta. A porteira se abria para um caminho de terra, com árvores dos dois lados que lhe faziam sombra.
A sombra de uma das árvores, um homem estava deitado, cabeça coberta com um chapéu, parecia que estava dormindo:
- Bom dia, disse o caminhante.
- Bom dia, disse o homem.
- Estamos com muita sede, eu, meu cavalo e meu cachorro.
- Há uma fonte naquelas pedras, disse o homem e indicando o lugar.
Podem beber à vontade.
O homem, o cavalo e o cachorro foram até a fonte e mataram a sede.
- Muito obrigado, ele disse ao sair.
- Voltem quando quiserem, respondeu o homem.
- A propósito, disse o caminhante, qual é o nome deste lugar?
- Céu, respondeu o homem.
- Céu?
- Mas o homem na guarita ao lado do portão de mármore disse que lá era o céu!
- Aquilo não é o céu, aquilo é o inferno.
O caminhante ficou perplexo.
- Mas então, disse ele, essa informação falsa deve causar grandes confusões.
- De forma alguma, respondeu o homem. Na verdade, eles nos fazem um grande favor. Porque lá ficam aqueles que são capazes de abandonar até seus melhores amigos...

(autor desconhecido)

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Meu Amado Pai

É meu Pai...


Das muitas coisas que ouvia de ti

Embora querendo não ouvir

Todos os sermões dados a mim

Alguns tenho que admitir


Eu errei comigo mesmo

Não levei a sério sua palavra

Fingia não saber que era verdade

Tudo o que me falava


Muitos precisam perder

Para poder aprender

Comigo, Deus fez diferente

Ele te fez Renascer


Melhor pai sei que não há

Achando para tudo uma saída

Não deixando nunca faltar na mesa

Um prato de comida


De muitas coisas sinto-me arrependida

Mas sei que ainda existe uma saída

E dos conselhos que me deu

Sei que o melhor caminho

É o caminho de Deus


Nos momentos mais difíceis é a ti que chamo

Nos momentos de angustia

A Deus eu clamo


Queria que soubesse, meu pai

Embora eu não diga

Eu te amo te amo


Hamanda B.


Obs: Aí vai um vídeo que fiz nos dia dos pais.



video

Folhas secas

A folha e o Amor

Como uma folha que tem seus momentos de glória
Espalhando seu verde
Em galhos altos, cores vivas

Seu elo com a árvore se romperá
Ficará ao chão
Vai perder seu valor
Logo vão percebendo
Vai mudando de cor

Folhas Secas...

Como o amor que tem seus momentos de glória
Espalhando sorrisos
Fazendo promessas, amor vivo
Vivo amor
Amor que seca coração
Entorpecendo e perdendo a razão
Após tanto amar
Só ilusão

Resta apenas ferida
Diz a folha caída
Saudade de uma árvore prostituída
Deixou-me cair
Em meio à multidão

Resta apenas a ferida
Diz o amor
De tanto amar sem medida
Fiquei sem saída

Deixou-me cair
Em meio à multidão




segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Nostalgia


Esse vídeo fizeram para mim no começo do ano, no meu aniversário. E agora eu mexendo em algumas coisas no meu computador, assistir novamente... Bateu aquela nostalgia..saudade de tantos momentos que passaram..Saudade de amigos, saudades da infância, dosamigos distantes, das brincadeiras, da época em que não precisava de tanta responsabilidade, saudade da época em que eu me perguntava o que ia ser quando " crescer", que faculdade faria, quem seriam os meus amigos, de quando teria meu primeiro namorado...
Ahhhh... quantas lembranças...

Dá aquela felicidade apertada por ter vivido momentos tão bons...

Saudosa Saudades...

São registros como esse que agente pensa " É...eu fui feliz...eu sou feliz...tantos momentos bons já passei, tantas lembranças boas que guardo comigo..." E sei que amanhã sentirei falta do meu hoje, e direi o mesmo " Como eu era feliz...

A vida é assim mesmo...

Ai ai (suspiros)

Eu que sempre fiz vídeo para outras pessoas, eis o primeiro que fizeram para mim. :)


Confessem....Tá Fofinho
!


Será que o tempo foi generoso comigo ou foi inimigo? Vejam...rs


video

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Dançando Com A Vida - Sandra de Sá

Eu não devo nada a ninguém,
Eu não sou do mal nem do bem,
Tô no meio do caminho
Tô fazendo a minha estrada
Sem pedir carona

Minha mãe me abençoou,
Meu pai não quis me dizer quem eu sou,

Me mostrou que só eu posso
Fazer minha história

Eu,
Tô dançando com a vida,
De rosto colado,
Abraçando apertado,

Que delícia é viver

Fazendo a minha estrada,
Fazendo a minha história,
Eu faço passo a passo,
Minha humilde trajetória,

Viver feliz é uma arte,
Eu faço a minha parte,
Eu improviso,
Eu sei aonde eu piso

E sei que meu sorriso te incomoda,
E você nem disfarça
E sei que sua força é uma farsa

E dessa falsa
Não quero ver de mais ninguém,
E não me liga lá,
Pra me falar mal de meu bem,

Eu não ligo, não me digo,
O que a mamãe falou,
Nem bem dizer,
Que ouviu dizer do meu amor.

Não moça, não ouça por favor,
Deve ser alguma engano
Diz que eu não estou.

Alô! Tá me ouvindo,
que eu não sei se deu pra entender,
esquece isso que seu compromisso
É com você.

O que se colhe,é o que se planta,
Não adianta
Regar a planta,
Com veneno na garganta

Não é assim que a banda toca,
Que o cão se toca,
Não me provoca,
Com esse tipo de fofoca.

E troca o disco,
E bota um som bom pra rola,
Que a minha vida,
Eu já tirei pra dançar.

Dançando com a vida,
De rosto colado,
Abraçando apertado,
Que delícia é viver

Tô dançando com a vida,
De rosto colado,
Abraçando apertado,
Que delícia é viver



quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Espírito de mudança


Minha mudança

Hoje acordei com espírito de mudança
Começar e recomeçar várias coisas
Como se voltasse a ser criança
Onde poderei reconstruir o que perdi
Só que tomando atitudes
Em contrabalança


Vou fazer uma lista do que preciso fazer
Para mudar minha vida
E meu modo de ser
Vou mudar de endereço
Dedicar-me a faculdade
Por mim ter mais apreço
Trocar identidade

Vou trocar o telefone
O chip
A operadora
Do meu amor
Ser mais protetora

Vou trocar a cama
Passar a dormir de rede
Vou mudar até de estilo e de cor

A minha parede

Vou mudar minha letra
Minha assinatura
Trocar meu caderno
E no cardápio eliminar a fritura

Vou esconder-me do sol
Vou trocar a noite pelo dia
Dos meus problemas irei fazer melodia

Vou rir com a vida
Mesmo quando me sentir só
Sem depender de ninguém
Nem pra dançar forró

Vou parar de dá importância
Para o que não se nota
Vou parar de conviver
Com gente idiota

Vou para de comer de gamela
Pôr cortina na janela
Parar de ver novela
Vou ter requinte parar virar donzela.

Para finalizar
Vou editar minha agenda
Selecionar minha lista de contato
Deixar pra lá o que há de chato
Vou ser a mesma pessoa
Com outro formato




...Sem perder a pose
Para nao fazer feio
Quando sair no retrato!!













Hamanda Benevides

terça-feira, 29 de setembro de 2009

A imagem vale mais que mil palavras

Um tempo desse eu parei pra pensar porque eu sempre dei muita importância em coisas simples...Porque eu me encantava com objetos simples, cores, olhares, sorrisos, momentos...
Então um dia parei para meditar o que cada coisa representavam para mim, encontrar um certo significado. E comecei admirando ainda mais...e a estudar a beleza de cada " click" que registrava, registros esses que muitas pessoas comentavam " o que há demais nisso?"

E foi assim que comecei a refletir, buscar explicações e entender...
E boa notícia(pra mim). EU CONSEGUI!
Como?
Foi admirando o azul que coincide com o infinito azulado do céu , onde pássaros gozam da sua liberade ...


Foi na flor que encontrei o vermelho da paixão, onde surge o amor, a entrega...


Foi no jardim do meu quintal que vi o quanto ele é pequeno diante de tantas flores que exalam seu perfume a tantos casais, crianças...



Foi ao registrar as gotas caindo em torno de milésimos...Momento único! que percebi que assim são os momentos da vida... Talvez eu não tenha a mesma oportunidade duas vezes...



Foi ao acordar que deparei com um efeite do meu quarto, que toda manhã prende minha atenção, com seu som, com ajuda do vento...e é quando me lembro que já é outro dia, que posso já posso contemplar o sol, ainda tímido... É o meu despertar de " bom dia "



Foi remexendo coisas da minha casa, que parei para ouvir, lembrar e registrar... Recordar ... Quantas trilhas sonoras temos para cada época de vida?


Foi com o sorriso de uma criança que percebi o elo forte que ele tem com a vida...pela franqueza, pela ternura e a sentimento de esperanças que enche nosso peito.




Foi no momento em que pude sentir a lua tão pertinho de mim... E é assim que sentimos muitas vezes... Longe...tão longe de alguém, de algum pensamento, lembrança...mas parece tão perto... que o brilho continua o mesmo, independente de qualquer distancia ou tempo.


Tudo é vida! Ver um mundo com cores talvez nos faça bem...ver com a cor do amor, com a paz do céu, com a cor da verdade, a cor do perdão, a cor da amizade, com a cor do sucesso, a cor da coragem, da vitória, da superação... com a com e o sabor DA VIDA!


...E foi assim que entendi que a fotografia é isso. É enxergar além do que se vê, não basta observá-la, precisa-se ler, entender alem do que está por trás da lente.
É aí que aumenta o encanto desse apaixonante mundo: FOTOGRAFIA!

E hoje amo ainda mais o que faço. Porque vejo além da lente, vejo com pensamento... com coração.
Essa sim....Minha melhor leitura!


Hamanda Benevides

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Uma Flor

A flor e a vida


Meio tímida, fechada,
Suas pétalas acanhadas
Curvam-se e se aquecem com ajuda da outra
Enquanto são tocadas
Pelos pingos da chuva

Mas é sempre assim,
Os primeiros passos...


Quando menos se espera
"Desabrocham"
Suas pétalas se inclinam
Com suas cores vivas
Exalando seu perfume
Que é transportado pelo vento


Como uma flor que nasce no meio das pedras,
Consegue ser um sinal de vida em meio a tanta tristeza?

Como uma flor mesmo estando só o tempo todo
Consegue ainda passar tanta alegria?

Como sua cor tem tanta vida e essa vida preenche tanto
Os olhos dos quem a vê ?

-

Os botões se esforçam...
São dias intermináveis
Para começar a desabrochar




Mas já sabem...
Um dia vão murchar

Sabem sua missão...
Depois de encantar
Ela faz isso...
Perde a cor... O perfume

Mas mesmo depois de murcha, deixou sua lembrança.
Há quem brotou sorriso ao vê-la
Há quem deixou seu cheiro exalado no coração
Há quem a vê como pedido de perdão
Há quem a vê como saudade
Há quem a vê como sinônimo de VIDA

Por que também assim é o ciclo da vida

Brotamos...
Desabrochamos...
Depois morremos...

E o que fica são os momentos que vivemos,
A marca que deixamos.
O sentimento que criamos nos corações das pessoas
Que deixaremos...

E quando mesmo não estando mais aqui...

Brotará um sorriso...
Da viva lembrança presente
No coração e na mente de cada um.




Hamanda Benevides